Rettet die Bienen! / Salve as Abelhas

Por uma iniciativa popular foi encaminhado um projeto de lei voltado à proteção da biodiversidade na Baviera. Ele tem o nome de Rettet die Bienen / Salve as Abelhas, destacando esse inseto por seu papel no ecossistema e fragilidade frente a um conjunto de pesticidas e agrotóxicos. A proposta vai ao encontro dos anseios da população quanto à proteção dos recursos naturais e também prevê considerar os apontamentos das associações de agricultores – em muitos casos, críticas às propostas de ambientalistas.

Para que o Rettet die Bienen seguisse para apreciação dos legisladores necessitava a assinatura de no mínimo 10% dos eleitores da Baviera, que, para participarem, deveriam ir espontaneamente às prefeituras manifestar seu apoio. Após duas semanas, de 31/01 a 13/02, não só foi atingida a meta, como passou com folga: em todo o Estado bávaro se registraram 1.745.383 apoiadores, representando 18,4% da população: um record. O volume de pessoas favoráveis à proposta e a mobilização gerada garantirão uma atenção especial à causa por parte do governo Bávaro, que também avaliará o ponto de vista dos agricultores e segmentos associados ao agronegócio.

Cartazes da campanha, que foram colocados em vários pontos do Estado.

Na Baviera, quem tem grandes áreas agriculturáveis, houve diferenças na proporção de assinaturas por região; contudo, todas ultrapassaram o volume mínimo necessário. Na de menor aceitação ao projeto alcançou 10,5%. Na Grande Munique chegou a 26,5% – na Marienplatz houve filas para apoiar o documento. A aceitação mais expressiva foi no círculo de Starnberg, com 27,7%. Nas áreas mais próximas a centros urbanos houve maior adesão à proposta.

O texto original do projeto popular terá mudanças ao passar pelos Legislativo e Executivo bávaros. Vários ajustes provavelmente serão realizados. De toda forma, o assunto ganhou destaque e merecerá a devida atenção do grupo político. Futuramente medidas decorrentes desta ação deverão atuar desde nos químicos aplicados às lavouras até a preservação da mata ciliar – vegetação que fica na margem dos córregos, lagos, represas e nascentes. Trata-se de medidas para cuidar do ecossistema de modo responsável , visando medidas sustentáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar as seguintes tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>