Ano Novo e suas tradições no Brasil e na Alemanha

É 01/01, Ano Novo, momentos novos e grandes oportunidades florescendo. Se realmente é uma mudança tão grande fica a decisão para cada um, contudo é um claro rito de passagem para “outro tempo”, quando um ciclo recomeça. Isso acontece tanto no Brasil quanto na Alemanha, que seguem o calendário gregoriano (assim como a maior parte do Ocidente). Todavia, há nesses dois países diferenças culturais e climáticas que distinguem as tradições de final de ano. Vejamos 10 delas na matéria de hoje:

  1. CALOR X FRIO: Enquanto que os brasileiros gostam de uma cervejinha gelada, de um local arejado e momentos refrescantes no Ano Novo, na Alemanha é desejo ter uma área aconchegante para confraternizar com os amigos, em um espaço quentinho, já que na rua o inverno pode trazer neve e vento gélido. Claro que viajar para ver outras realidades é desejo de ambos;
  2. CEIA DE ANO NOVO: No Brasil há algumas tradições, como comer carne de porco, que simboliza a fartura, ou mesmo evitar ingerir frango ou milho, pois representam o retrocesso. Na Alemanha comer o peixe carpa está ligado a ganhar bastante dinheiro. Por outro lado comer Ganço dá má sorte, pois eles voam embora no período frio e levam consigo a felicidade. Sem tantos rituais, os alemães gostam do Raclette – espécie de petiscos na chapa quente -, Fondue e linguiças, o que cai bem no inverno e aproveita o tempo com os amigos – sem precisar ficar preparando coisas na cozinha. Já em ambos os países comer lentilha está associado à fartura;
  3. FOGOS DE ARTIFÍCIO: tanto os brasileiros quanto os alemães gostam de ver espetáculos pirotécnicos na virada de ano. Contudo, enquanto em várias partes do Brasil a venda de fogos de artifício é bastante controlada, tendo os shows feitos principalmente nos espaços turísticos, na maior parte da Alemanha pode-se adquirir diferentes tipos de fogos mesmo nos supermercados, sendo um fenômeno mais particular;
  4. FRUTAS QUE DÃO SORTE: No Brasil existe a crença de que comer sete uvas dá sorte e abre os caminhos. Os alemães sugerem comer maça com mel, adoçando o rumo para o próximo ano;
  5. LOCAIS DA VIRADA: enquanto que para muitos brasileiros o sonho de virada de ano é estar à beira da praia usando bermuda e camiseta brancas, os alemães gostam de momentos mais in door no período em que antecede a entrada do Ano Novo – devido ao inverno -, com uma iluminação mais aconchegante com velas e meia luz. Contudo, os dois curtem sair um pouco antes da meia noite para ver as ruas iluminadas e, numa grande festa, comemorar o novo ano;
  6. PORQUINHO ROSA: em muitos lugares da Europa o símbolo de sorte é o Porquinho Rosa. Não por acaso muitos alemães presenteiam amigos com miniaturas de porcos rosa no Ano Novo, podendo ser de chocolate, plastico, ou mesmo de cerâmica. Também copos, taças e xícaras usados nessa noite tem formato ou imagens desses pequenos suínos. Outras figuras que ligas a boa sorte aparecem também, como o Limpador de Chaminés, joaninhas e os trevos de quatro folhas;
  7. FANTASIAS: Se no Brasil o Carnaval é sinônimo de fantasiar-se e fazer festa, em alguns locais da Alemanha e Áustria é costume colocar acessórios festivos e participar da virada. Pode ser uma cartola, uma máscara, um chapéu engraçado ou óculos chamativos. A ideia é divertir-se nesse momento que marca a passagem de ano, sem ter medo de passar vergonha;
  8. ESPUMANTE PARA BRINDAR! Um ponto que é comum às duas culturas é brindar com uma espumante na hora da virada. Em cada local terá seu gosto da bebida. No Brasil é bastante comum as variantes mais adocicadas e as sidras, enquanto na Alemanha são tradicionais os vinhos gaseificados mais secos.
  9. A HORA DA FESTA: Em função do horário de verão no Brasil é comum que os festejos para o Réveillon iniciem à tarde, já que demora à anoitecer e muitas famílias e amigos passam o dia no ritmo de festa – a quem comece com churrasco ao meio dia e só pare de comemorar o meio da madrugada. Na Europa, por ser inverno, os dias são bastante curtos e próximo das 17 horas já está escuro. Assim, a festa da virada acaba ficando mesmo para o horário noturno, podendo iniciar pelas 21 horas e terminando já no decorrer do dia 01/01;
  10. A VOLTA PARA CASA: Neste ponto Brasil e Alemanha se aproximam, já que após a festa cada um chega como pode em casa, já que comida e bebida não faltaram, principalmente as alcoólicas. Quem se embriagou precisa ir de transporte público ou pedir para alguém sóbrio conduzir o carro. Em muitos casos acaba ficando um rastro de garrafas, lixo ou mesmo vômito pelo caminho, o que não é uma cena bonita de se ver.

Claro que não existe uma homogeneidade de tradições, seja no Brasil ou na Alemanha. Em cada localidade, família ou grupo de amigos há suas particularidades. O importante é que essa virada seja positivamente marcante, dando otimismo para que o ano vindouro seja repleto de novas conquistas.

Frohes neues Jahr! Feliz Ano Novo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar as seguintes tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>