Curso de Danças em Pinhalzinho mobilizou grupos da região

Santa Catarina recebeu, nos dias 24, 25 e 26 de agosto de 2018 o I Seminario di Danze Popolare e Tradizioni Popolare e a I Oficina Sudetendeutsche Volkstänze. A atividade conjunta foi realizada na cidade de Pinhalzinho, no oeste catarinense, e contou com 95 envolvidos, entre cursantes e organização. Foi uma promoção da Associação Cultural Alemã Unser HeimatlandHeimatland Volkstanzgruppe aus Pinhalzinho e da Associazione Folk La Serenissima.

Entrega dos certificados aos presentes, destacando a importância da participação de cada um nesse trabalho.
Entrega dos certificados aos presentes, destacando a importância da participação de cada um nesse trabalho.

O evento iniciou na sexta-feira, 24/08, à noite, com a recepção aos presentes. A chuva forte e as previsões de vendaval e queda de granizo não intimidaram os participantes, que ficaram alojados na EEB José Marcolino Eckert, mesmo local do evento e das alimentações. Foi um grande trabalho comunitário, o que não foi o único diferencial. Segundo Patrick Juliano Zancanaro, coordenador do evento, “além de promover uma maior integração entre as pessoas presentes, grupos e entidades, trouxemos o “diferente”, algo de novo ou uma nova perspectiva de se fazer folclore. Isso aconteceu tanto com o apoio da Associazione Venetnia, da Itália, e pelo suporte dado através de pesquisas na Alemanha, junto aos grupos de tradições dos Sudetos. Neste seminário tratamos assuntos diversos como geografias, histórias, acontecimentos, trajes típicos e a originalidade coreográfica”. Houve conteúdos inéditos no Brasil, segundo a coordenação, contudo também foi foco dos trabalhos a metodologia de aprendizagem, o que posteriormente impacta junto aos grupos de danças.

As danças italianas foram transmitidas por Patrick Zancanaro, que trouxe o repertório e informações de viagem recente à Itália, realizando parcerias. Já o conteúdo germânico foi transmitido por Denis e Camila Gerson Simões, que promoveram intercâmbio de informações com grupos de cultura dos Sudetos existentes na Baviera, Alemanha.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar as seguintes tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>